Biopossibilidades para o presente e futuro

A Ecolig vem para atender parte da demanda de mercado pela substituição dos materiais de base fóssil por bioprodutos de origem vegetal e renovável.

Essa é uma necessidade urgente do planeta, visto que o futuro da Terra exige transformação: novas fontes de energia e soluções sustentáveis que plantem a bioeconomia.

Por isso, com múltiplas funcionalidades químicas, a Suzano Ecolig tem potencial e aplicações em desenvolvimento para diversos segmentos com o objetivo de renovar a sociedade e os mercados para um amanhã melhor.

Aplicações e diferenciais

Elastômeros

Com característica antioxidante, da classe dos fenóis estericamente impedidos, pode ser utilizado como uma alternativa renovável a materiais de fonte fóssil na formulação de compostos de borracha.

Em formulações típicas avaliadas, a Ecolig tem demonstrado:

  • Excelente desempenho de resistência à oxidação e à degradação térmica, com excelente retenção das propriedades mecânicas após envelhecimento acelerado;
  • Mínima influência no comportamento reológico, propriedades de cura e propriedades físicas originais;
  • Baixa volatilidade, sem manchamento por contato ou descoloração dos produtos vulcanizados.

Por sua cor característica, a Ecolig tem sido utilizada na formulação de componentes de reforma de pneus, correias transportadoras, solados de sapatos e outros artefatos de borrachas tais como mangueiras, perfis e peças automotivas, vedações, entre outras.

Resinas Fenólicas

A Ecolig pode ser utilizada na produção de resinas fenólicas substituindo, em alguns casos, até 50% dos produtos de origem-fóssil. Seu uso agrega sustentabilidade, performance e estabilidade no armazenamento. Além disso, não é um produto tóxico.

Nos últimos anos, a Suzano vem desenvolvendo resinas lignofenólicas (LPF) com grande potencial mercadológico. Entre suas potenciais aplicações estão: resinas para compensados, placas de fibra orientada (OSB), laminados decorativos, painéis particulados (MDF e MDP), entre outras.

 

Termoplásticos

Com característica antioxidante, da classe dos fenóis estericamente impedidos, somada à capacidade de cobertura de um pigmento orgânico, a Ecolig pode ser utilizada como uma alternativa renovável na composição de produtos plásticos. A Suzano Ecolig aumenta a vida útil dos polímeros com excelente desempenho de resistência à oxidação e degradação térmica sem trazer influência significativa no comportamento reológico e propriedades físicas originais durante o processamento. A Ecolig pode potencializar a reciclagem, impulsionar a economia circular e permitir que o plástico vivencie mais ciclos de utilização

 

Outras aplicações

Além de tudo o que você já descobriu sobre a Ecolig neste site, ainda há outras possibilidades de uso:

Elastômeros

Resinas Fenólicas

Termoplásticos

Cosméticos

Nutrição Animal

Materiais de Carbono

Adesivos

Poliuretanos

Dispersantes Agrícolas

Construção Civil